sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Ela -II

Inegavelmente, ela tem um jeito agitado de ser,
Uma mania de ser rápida, ágil e ligeira nos seus pensamentos, palavras e afazeres,
Porém, nada escapa aos seus seis sentidos, capta cada ocasião como se fosse a última,

É espevitada, afetada no falar e seus olhos captam tudo instantaneamente,
Seus gestos são flashes, seu nariz cheira os cheiros mais remotos e estranhos,
Não anda, corre, tropeça muito, escorrega e, quase sempre, cai,
Não mastiga, engole empurrando a comida com líquidos para descer mais rápido,
Seus pensamentos se embolam, se esbarram, se embaralham e se misturam,

Não dorme, cochila, dormita, oscila entre o sonho e a realidade,
Esperar é um castigo, a expectativa lhe consome, quer tudo para ontem,
A demora causa-lhe asco, o marasmo impõe-lhe a angústia e a apatia lhe repulsa,
Ela é assim, uma mulher de movimentos bruscos e de velocidade,
Ócio é palavra inexistente em seu dicionário, sempre inventa e reinventa o que fazer,

O coração dela bate sempre rápido, não gosta de perder tempo com suas correntes sanguíneas,
O corpo tem que lhe acompanhar, senão fica para trás e ela segue,
Segue seguindo seu ritmo frenético de ser, puxando a vida pela mão,
Impinge ao seu corpo frágil tarefas árduas e cansativas, mas as mãos pequenas são suas aliadas,
Ela vive como se hoje fosse seu último dia de vida, nada pode ficar para amanhã,

Mas esta pequena ligeira é capaz de se dedicar, se doar, se envolver e de amar,
Com a calma do sossego de espírito e da quietação dos mortos,
Ela é ela, e ninguém mais,
Rápida, prática e cheia de agilidade para com vida cotidiana,
E muito lenta, compassada, pausada e vagarosa para o amor...

Um comentário:

raulcabrejosbravo disse...

is your daughter u talk about? I didn't know u write that beautiful. I love what I read, and seriously, u should think to write a book. I can tell, that in your heart, a whole world lay beyond the experience of love. Congratulations Mrs Clara, u have a unique gift.